Odonto

Cuidados necessários para a ida ao dentista

A pandemia da Covid-19 ainda é uma realidade no mundo todo, principalmente no Brasil. Após um ano do primeiro diagnóstico da doença causada pelo novo coronavírus no país, o isolamento social é uma das medidas de segurança para evitar a propagação do vírus. Mas, cuidados básicos com a saúde, como exames de rotina e ida ao dentista, não podem ser deixados de lado por tanto tempo. Especialistas apontam que seguindo os devidos cuidados, a ida ao dentista pode ser feita com segurança.  A odontologista Caroline Malavasi, especialista em Ortodontia e mestre em Dentística pela Universidade Federal Fluminense, com consultório na Barra da Tijuca (RJ), lista as principais medidas que você deve se atentar para a ida ao dentista nesse período. Confira!

Evite ir com sintomas de gripe ou Covid-19 

Se você estiver com algum sintoma de gripe, resfriado ou estado febril, cancele a sua ida ao dentista. “Em tempos de pandemia, é essencial que o paciente que estiver sentindo algum sintoma gripal, fique em casa e se eles persistirem por mais de um dia, é necessário fazer o teste de Covid-19 e procurar ajuda médica o mais rápido possível”, informa a especialista.

Barreiras de proteção

Como todos já sabem, é imprescindível o uso de máscaras e álcool em gel durante a ida ao dentista. “Ao sair para qualquer local, principalmente na ida ao consultório, é essencial utilizar máscara de pano ou cirúrgica, tapando o nariz e a boca, pois essa é uma das principais prevenções contra o novo vírus, assim como a higienização frequente das mãos”, ressalta.

Não leve acompanhantes

Se está tudo bem com você, o ideal é que você não leve acompanhantes, para evitar aglomerações e exposição de mais pessoas fora de casa. “Se for um procedimento simples, uma ida ao consultório para pequenas obturações, limpeza etc, não há problema de o paciente ir sozinho. Em casos mais complicados, tudo bem levar acompanhante, mas se certifique com a organização do consultório para haver espaçamento entre os horários e ele deve ir de máscara, seguir o distanciamento e higienizar as mãos com álcool em gel”, diz.

Verifique as condições de higiene do consultório

O ideal é sempre consultar um dentista de confiança, mas em casos de emergência, se atente a todas as condições de higiene do local onde irá ser atendido. “A simples ida ao dentista se tornou algo que deve ser feito com muita atenção. Verifique se os profissionais estão usando máscaras e acessórios descartáveis, assim como se a higiene do local está de acordo. Se há álcool em gel para os pacientes higienizar as mãos, aferição de temperatura ao ingressar no local e se os utensílios são esterilizados e descartáveis. Certifique-se também que o local está fazendo agendamentos com espaçamento entre pacientes, assim a sua ida ao dentista será feita de forma segura”, finaliza a especialista.